domingo, 17 de março de 2013

[Rabiscos] A quem interessar possa

A quem interessar possa

A quem interessar possa
Não amo mais.
Amei e deixei de amar
Deixei de amar a mim mesma
Deixei de amar a beleza
Me obrigaram a deixar de amar

A quem interessar possa
Não me machuco mais.
Já fui machucada
Já tiraram meu escudo
Me machucaram quando amei.

A quem interessar possa
Não me importo mais.
Já me importei
Já me doei
E doeu
Não se importaram quando fui machucada no amor.

A quem interessar possa
Não vivo mais
Deixei de amar
Quando me machucaram
E não se importaram.

Sei que a ninguém interessa
Mas não vivo mais
Só espero
Só existo.
Se a ti interessar
Viva.
 
Obs: texto de minha autoria. Dê os devidos créditos

3 comentários:

  1. Muito lindo seu poeminha amiguinha.

    ResponderExcluir
  2. realmente deixou de amar tudo isso ?

    ResponderExcluir
  3. me lembrou o soneto XVIII do Mário Quintana.

    ResponderExcluir

Hey!, se você não comentar, como vou saber que passou por aqui? Deixe sua opinião e faça uma pessoa feliz ~voz campanha de solidariedade~